Assinatura Baixar o APP

Mariana Trinca Junqueira


Mariana Trinca  Junqueira - Revista InterArq | Arquitetura, decoração, design, interiores, paisagismo, lifestyle e festas
Dados para Contato
Rua 09 de Julho, 1767 – Sala 1
Vila Georgina - Indaiatuba /SP


contato@marianatrincajunqueira.com.br
(19) 3816.4600
Facebook arqmarianatrinca
Instagram arqmarianatrinca

Desde pequena, tanto no cotidiano, quanto em viagens, eu fui muito curiosa em relação aos acabamentos e ambientes por onde passava, hotéis, casas de amigos, lojas, etc. Também adorava brincar com tintas e lápis de cor. Quando tinha 11 anos, minha família comprou uma casa em fase de acabamento e contratou uma arquiteta para finalizar a obra. Acompanhei tudo muito de perto, cada etapa e, assim, ao final, já tinha certeza de qual seria minha futura profissão: arquiteta e designer de interiores!
Cursei a FAAP – Fundação Armando Alvares Penteado, em São Paulo, pois lá o curso de Arquitetura é junto com o de Artes Plásticas e isso me proporcionou uma vasta gama de aulas de cunho artístico. Durante a faculdade, fiz estágio em um escritório na capital paulista, com foco em projetos na área de saúde, como clínicas e hospitais. Essa experiência influenciou a minha escolha do tema de trabalho de conclusão de curso, no qual projetei uma clínica de reabilitação fisioterapêutica.
Logo depois de formada, comecei a trabalhar na área e considero todos os projetos que já fiz muito importantes, pois cada um teve um desafio diferente. Depois de oito anos de carreira, tenho ainda mais certeza de que cada obra é única e personalizada. E tenho cuidado para que continue sempre assim. Por exemplo, antes de iniciar a criação de um projeto, acho que é preciso ouvir, ouvir e ouvir novamente tudo que os clientes têm a dizer. Só depois disso é possível traduzir seus sonhos e transformá-los em algo palpável. Ao mesmo tempo, também é importante saber colocar as referências necessárias, explicando cada detalhe sem impor nada.
Quanto ao estilo, sou uma profissional muito eclética. Do mesmo modo que acho Paris, na França, a cidade mais bela do mundo, também sou apaixonada por Chicago, nos EUA, com as obras de Mies Van der Rohe. Tudo isso se reflete em meus projetos, que passeiam entre extremos, mesclando elementos de épocas diferentes e personalidades diversas. Acho que um projeto, para ser completo, deve ter história e soluções características do seu tempo.
Na vida pessoal, apesar de inquieta, adoro ficar em casa e curtir momentos de silêncio. Para descontrair, viajo, ouço música e cozinho para os amigos. São esses momentos que recarregam minhas energias para eu continuar trabalhando no que amo.