Assinatura Baixar o APP

O processo criativo do arquiteto Tsuyoshi Tane vai estar na Japan House SP


Passado e futuro são as chaves dos projetos do arquiteto japonês, que expõe 15 dos seus trabalhos no centro cultural, a partir de 06 de agosto.
A arquitetura japonesa, referência no cenário internacional, é novamente evidenciada na Japan House São Paulo, desta vez, em exposição que apresenta em detalhes o trabalho de Tsuyoshi Tane, arquiteto nipônico destaque na cena mundial atual. “Tsuyoshi Tane | Arqueologia do Futuro – Memória & Visão” fica em cartaz de 06 de agosto a 13 de outubro de 2019, e é um convite para um mergulho pelo processo criativo de desenvolvimento de projetos do profissional.
Instalada no segundo andar do centro cultural, a mostra retrata o universo criativo de Tane. Ao todo, serão apresentados 15 projetos – criados entre 2006 e 2019 – representados por meio de 600 objetos, entre eles cinco maquetes de grande porte, modelos de estudo e os mais diversos materiais e utensílios encontrados nos locais de cada projeto. Além disso, cerca de 2.000 imagens ocupam o espaço expositivo, das paredes ao chão. Todos os itens fazem parte do processo de trabalho desenvolvido por Tane, por meio do qual ele realiza uma pesquisa arqueológica, seguindo seu Manifesto ‘Arqueologia do Futuro’, em que ele busca histórias e referências locais para a elaboração de cada concepção, e que, de alguma forma, servirão como inspiração para o futuro. Dentro desta lógica, sua arquitetura manifesta as memórias do lugar como princípio norteador dos projetos.
Com curadoria do próprio arquiteto, a exposição em formato de pesquisa arqueológica foi pensada de forma a atrair e despertar os sentidos do espectador. “Tane tem uma filosofia arquitetônica muito especial, buscando a criação de lugares, e não de espaços simplesmente funcionais ou vazios. Lugares com memória e sentido, com capacidade para melhorar o futuro”, afirma Natasha Barzaghi Geenen, Diretora Cultural da Japan House São Paulo.
Entre as maquetes apresentadas, se destaca o trabalho feito em 2006, em que o então jovem arquiteto com 26 anos, ganha reconhecimento global como autor do projeto vencedor do concurso internacional para projetar o Museu Nacional da Estônia (finalizado em 2016), junto com os seus sócios Dan Dorell e Lina Ghotmeh. Concebida a partir de profunda pesquisa histórica, a obra é um prolongamento dos restos de uma pista de pouso soviética, ressignificada pela sua intervenção, e que exemplifica de maneira perfeita a relação entre passado e futuro do lugar, buscada pelo arquiteto. Em 2017, o arquiteto fundou em Paris o Ateliê Tsuyoshi Tane Architects, expandindo assim suas atividades.
Para Tane, começar um novo projeto significa olhar para o mais longe possível da história daquele espaço. “Escavo o passado para encontrar memórias que estão embutidas em lugares. É um processo de descobertas que constrói o futuro e, é isso que impulsiona nossa curiosidade. A partir do encontro com as memórias do local que foram esquecidas, apagadas ou desaparecidas pela modernidade, nascem os conceitos que conectam para futuro”, relata. Esta exposição tem o apoio da TOTO Gallery MA.

Programação paralela
Integrando as atividades da exposição “Tsuyoshi Tane | Arqueologia do Futuro – Memória & Visão”, o arquiteto ministra palestras na semana de abertura da mostra. Dia 06 de agosto, às 19h, ele fala sobre sua trajetória e conceitos no IAB – Instituto de Arquitetos do Brasil, no centro de São Paulo. Já dia 08 de agosto, integrando o ciclo de palestras organizado pela Japan House São Paulo e a Arq. Futuro, “Projetando Instituições Culturais: Desafios Contemporâneos” acontece um bate-papo entre ele e o arquiteto brasileiro Thiago Bernardes, do Bernardes Arquitetura, às 19h. Ambos eventos são abertos ao público, com vagas limitadas e retiradas de senhas na recepção da Japan House São Paulo uma hora antes dos eventos.

Tsuyoshi Tane | Arqueologia do Futuro – Memória & Visão
De 06 de agosto a 13 de outubro de 2019
Segundo andar
Horário de funcionamento:
Terça-feira a Sábado: das 10h às 20h
Domingos e feriados: das 10h às 18h
Entrada gratuita

Entrada gratuita

Fotos: Mário Daloia